Música

Entrevista: Fernanda Takai

Por Lana de Oliveira (Publicado originalmente em jan/11)

A Pato Fu é uma banda que dispensa apresentações. Completando 19 anos de estrada em 2011, a banda acumula no currículo dez CD’s, quatro DVD’s, shows realizados em todo o Brasil e reconhecimento internacional.

Com essa bagagem, John Ulhoa, Fernanda Takai, Lulu Camargo, Ricardo Koctus e Xande Tamietti, mostram porque figuram há muito tempo no primeiro escalão do rock brasileiro.

Fugindo do “mais do mesmo” a banda lançou em 2010 o Música de Brinquedo. O CD foi todo gravado com instrumentos de brinquedo e ilustra perfeitamente o que a banda tem de mais legal: a originalidade.

O MidiAtiva entrevistou Fernanda Takai, a única “menina” da banda, que falou sobre o novo CD: a escolha do repertório, os shows, a experiência de gravar com instrumentos de brinquedo e os planos futuros da Pato Fu. Confira abaixo, a entrevista exclusiva!

fernandaMA – Quando e como surgiu a ideia do CD, com todas as gravações feitas com instrumentos de brinquedo?

Fernanda – A ideia é antiga, de 1996, quando ouvimos um CD da turma do Snoopy cantando Beatles com instrumentos de brinquedo. Mas foi só quando nossa filha nasceu, em 2003, que ficamos com mais vontade de fazer o disco. Só que tínhamos outros projetos acontecendo e apenas em 2010 pusemos a mão na massa pra escolher repertório e ver como íamos resolver todas as variáveis.

MA – Como foi a escolha do repertório, todos da banda participaram?

Fernanda – Sim, escolhemos canções das quais gostamos muito faz tempo. Elas representam bem o nosso perfil de ouvinte. Como podem ver, é bem diverso.

MA – As gravações ficaram muito originais, mesmo nas músicas mais conhecidas. Para elaborar os arranjos, vocês pensaram primeiro nos instrumentos, no que se encaixaria melhor?

Fernanda – Nós praticamente fizemos os mesmos arranjos, mas com outros instrumentos. A graça maior seria que as pessoas pudessem identificar isso ao escutar pela primeira vez as nossas versões. Todas as viradinhas de bateria, solos, introduções são exatamente como as das faixas que fizeram tanto sucesso. A cada música íamos olhar o que havia em casa: instrumentos de brinquedo, miniaturas e brinquedos mesmo. Foi como montar um quebra-cabeça. A gente sabia como era o todo, tinha que achar pedaço por pedaço.

MA – Como está sendo a receptividade do Música de Brinquedo nos shows?

Fernanda – Maravilhosa! O álbum é um dos mais vendidos desde o lançamento, daqui a pouco vai ser disco de ouro! Os shows estão sempre cheios e a plateia muito feliz. Tivemos ótimas críticas e temos nos divertido muito na estrada.

Pato-Fu-Musica-de-BrinquedoMA – Durante a gravação do CD, tocando os instrumentos de brinquedo no estúdio vocês poderiam refazer alguma sonoridade que não tivesse saído tão legal. Como é tocar ao vivo?

Fernanda – É sempre um desafio. Apesar do som ter essa proposta estética diferente, precisamos tocar muito concentrados porque eles são muito pequenos, os instrumentos de plástico podem quebrar se não for tudo com jeitinho…

MA – A Nina gostou da participação no CD? Podemos esperar uma nova geração musical criada no quintal do Pato Fu?

Fernanda – Nina, Matheus e Mariana adoraram a experiência de gravar um disco, mas eles são novos demais pra viajar em turnê. Acho que eles são o elo de aproximação nossa com as crianças e pais que ainda não conheciam o Pato Fu direito. Se o nosso disco virar um clássico como “Arca de Noé”, “Saltimbancos”… vai ser um presente e tanto pra nossa carreira.

MA – Já estão pensando no novo CD ou outros novos projetos?

Fernanda – Este ano vamos gravar o DVD do espetáculo e podem esperar muito mais do que todo mundo acha que é… Será algo completamente diferente de um DVD convencional de show. Aguardem!

Seguimos em turnê até pelo menos o fim de 2011. Por enquanto, minha sugestão é todos visitarem nossos sites: www.patofu.com.br e www.fernandatakai.com.br. Tem sempre novidade por lá!

Confira a versão de Live And Let Die (de Paul & Linda McCartney):